Parece que vivemos uma ilusão profunda de que não estamos de passagem neste mundo, então você adia seus sonhos acreditando que sempre haverá um tempo depois.

Mas o medo da morte não nos faz mortal. E ignorá-la não nos faz viver para sempre.

Por outro lado, o instinto de sobrevivência está ligado a um temor sadio que nos garante o senso de responsabilidade. Valorizamos o estar vivo para que possamos cumprir nosso papel no mundo. Não estamos por aqui a passeio.

Também temos um outro instinto forte, que é o de ser feliz.

Deitamos todos as noites com pensamentos sobre tudo que passou, sobre o que nos fez mal e não queremos mais em nossas vidas.

Como também, levantamos todos os dias com planos para uma vida melhor, de felicidade. Com uma ideia de construir um futuro mais recompensador, mais tranquilo, repleto de sonhos realizados.

Porém, somos envolvidos pela rotina do dia a dia e viramos máquinas de cumprir tarefas como se fosse aconselhável adiar tudo aquilo que realmente nos faz sentir vivos e felizes.

Agora, e se hoje fosse o último dia da sua vida?

Assim, surge uma certa urgência, uma forte vontade de recuperar o tempo que não teremos mais. Funcionamos nessa lógica habitual da eminência de todo o fim.

Sentimos uma necessidade enorme de sair do lugar de conforto, porque muitas vezes só valorizamos quando perdemos.

Entretanto, é preciso inverter essa lógica, agora. É hora de deixar ir o que não lhe pertence mais e se apegar ao que você tem, a quem você ama.

Esse último dia você passaria ele com quem não o respeita?

Evidentemente que não. Escolheria ficar juntinho, em cada segundo restante, com quem vive o amor, em vez de desperdiçar onde não lhe querem bem.

Sim, você prefere as melhores companhias no último dia da sua vida. Portanto, prefira em todos os anteriores também. A vida é rara, por isso, conviva com pessoas de nobre sentimentos por você, pela vida, pela humanidade.

Assim, vibramos com o Universo, alcançando um estado de plenitude da alma e felicidade.

Passaria seu último dia fazendo o que não gosta?

Claro que não. Todos nós temos nossas obrigações, o dever de zelar pelo bom funcionamento e pela paz do mundo. Impossível passar a vida fazendo apenas o que nos dá prazer. Entretanto, devemos buscar um trabalho que nos realize na vida. Dispor-se a um lazer e momentos em família que nos aumentem a vontade de viver.

Das coisas mais simples às mais extravagantes. Mas que seja bom, que nos coloque um sorriso no rosto.

Diria eu te amo às pessoas mais importantes da sua vida?

Brotaria coragem não sei de onde. Orgulho não existiria. Medo de ser rejeitado muito menos. A vergonha, passaria longe.

Entretanto, não devemos deixar essas três palavrinhas lindas para o final da nossa vida. Precisamos dizer sempre que couber, em todo aquele momento que pedir. Seja de alegria, de tristeza, de partida ou chegada.

Acredito que deveria ser proibido por lei desperdiçar uma oportunidade de dizer que amamos.

Pediria perdão por todos os seus erros?

Não vá embora desse mundo sem zerar todas as suas mágoas. Resolva conflitos, dissolva desafetos. Entender um erro e tentar consertá-lo é o gesto mais nobre para evolução da alma. Condição fundamental para nosso progresso no outro mundo.

E mais do que tudo, perdoe.

Os rancores pesam na hora da alma subir para o céu. Entenda as imperfeições dos outros, os seus sentimentos mesquinhos e negativos. Coloque-se a cima de todos os males e prefira a felicidade.

Assim, seu coração seguirá em paz na eternidade.

A conclusão que chego é que viver diferente o último dia de vida é um grande equívoco. Devemos viver todos os dias com a mesma gana de acontecer e ser feliz.

Certamente, um dia é muito pouco para você se realizar como gostaria, por isso, queira o melhor da vida, das pessoas e de você mesmo, AGORA.

Há um mundo de maravilhas para quem está vivo. Sejam paisagens, pessoas incríveis ou os sentimentos mais positivos. Não se atrase em aproveitá-los.

A vida passa muito rápido para abrirmos mão de tudo que é bom. Você precisa virar as costas para a escuridão do mundo.

Ame, embeleze-se, cheire bem. Coloque seu sorriso mais lindo. Vista a própria alma e divida seu coração com pessoas boas. Use sua energia para escrever uma linda história de vida.

Assim, quando seu tempo acabar por aqui não terá arrependimentos, porque levou consigo um conselho bem antigo:

Viva sempre como se fosse o último dia de sua vida, um dia você acerta.

COMENTÁRIOS




Inspirando Luz
Ser luz não é sobre brilhar, é sobre iluminar aonde quer que você vá.