Aproveite cada segundo da sua existência. A vida é um sopro.

Não adie o que te faz bem. Pelo contrário, tenha como centro da sua vida tudo aquilo que alegra o seu coração e acalma a sua alma. E sem culpa, porque não há nada de errado em ser feliz.

Não se afaste de quem traz positividade aos seus dias, mas, sim, grude nessas pessoas que possuem um afeto genuíno por você, que deixam suas batalhas mais leves e enchem seu peito de amor-próprio.

São elas que fazem a vida valer a pena. É por elas que você não deve desistir dos seus objetivos.

Aliás, hoje pode ser a última chance de salvar os seus sonhos, de pegar o caminho certo, aquele que vai levar você a escrever uma história linda de vida que marcará o mundo para sempre.

Também pode ser a última chance de olhar mais para si mesmo.

De se amar mais e se aceitar exatamente do jeito que é, perfeitamente imperfeito. Porque ser humano é seguir mesmo com os tropeços do destino, as rasteiras da vida, é viver qualidades e administrar defeitos e, mesmo assim, ainda ser muito feliz.

Mais do que tudo, hoje você pode dar o último abraço em quem tanto ama sem qualquer aviso prévio. Infelizmente, a vida não avisa quando vai nos tirar alguém.

Por isso, não desperdice uma oportunidade de pedir desculpas ou dizer eu te amo. Aproveite todo convite para estar e viver com quem você ama. Esses laços possuem um significado grandioso para a sua existência.

Porque, o que importa mesmo, é viver seus amores e seus sonhos nessa vida que é um sopro.

Dito isso, trabalhe duro, sim, mas priorize o afeto. Nada mais valioso do que a presença de quem nos é importante. Sejam em momentos difíceis ou na celebração dos sucessos.

Até porque, vivemos momentos únicos que, uma vez não compartilhados, jamais voltarão.

E, principalmente, mude sem medo quando a mudança for boa para o coração, quando a decisão deixar você em paz, com a sensação de que está no caminho certo, independente do que os outros vão pensar.

Porque o que a gente leva de bom dessa vida são os momentos graciosos de alegria e afeto, de fé e otimismo, momentos de bem-estar e plenitude.

Portanto, use esse seu tempo restrito e incógnito aqui nesse mundo para criar uma coleção desses momentos.

Já que a vida é um sopro e hoje pode ser o último dia.

Texto criado com exclusividade para o site inspirandoluz.com.br. Reprodução em novo link apenas com autorização prévia. Grato pela compreensão.




Luciano Cazz é formado em Comunicação, também ator e roteirista pela NYFA (New York Film Academy). Além de estudante de Psicanálise. Autor do livro A Tempestade Depois do Arco-íris.