Você pode ser o remédio da vida de alguém, pois um abraço bem apertado, em vez de esmagar o peito, pode colar os pedaços de um coração partido.

Nem percebemos como pequenos gestos podem ser muito importantes para os outros. Muitas pessoas preferem passar pelos problemas caladas e sorrir mesmo estando em depressão.

Então, chegamos cheio de saudades e damos um abraço tão apertado que transforma o dia de alguém sem que sequer a gente se dê conta. É um afago que surpreende, anima, ama e, principalmente, mostra que a vida vale a pena porque é repleta de afetos.

Damos aquele sorriso largo pela simples satisfação da presença e ele toca a alma de quem a pouco estava desolado, sentindo-se só e rejeitado.

A gente mostra que se importa, que estamos ali juntos, e se preocupa com o seu bem-estar e, então, cura com afeto, sem saber, uma dor que persistia por tempos.

Uma visita inesperada pode iluminar uma alma assolada pelos problemas da vida, pela solidão de um mundo cheio de dificuldades para amar, e acender a luz do seu destino novamente, acabando com a escuridão da alma.

Nossa presença consegue, sim, irradiar luz e mudar a energia da vida de alguém.

Ela pode ser o impulso que leva ao primeiro passo na busca de um sonho ou o freio daquele tropeço que nos leva para trás desistindo de tudo.

Apenas um encontro, um alô, quem sabe um bom dia por mensagem ou um elogio na postagem da rede social sinalizando que estamos atentos, torcendo para que o melhor lhe aconteça.

E enchemos um coração de esperança. De vida. De amor-próprio. O que pode ser crucial para qualquer destino feliz.

É isso que acontece também quando a gente tem uma bonita recordação e conta que: “lembrei de você outro dia”. Mostrando o quanto as pessoas permanecem mesmo quando não estão.

E pode encher de amor uma alma, até então, perdida e amedrontada.

Uma pequena memória como antídoto para a tristeza. E se trazemos uma lembrancinha, demonstramos a grande importância que o outro tem, podendo causar lágrimas de felicidade mesmo que elas brotem apenas no coração.

Elogio sincero e assertivo é combustível para a vontade de viver.

Não deixe as pessoas esquecerem do quanto são capazes. De sua própria força. Das suas lindas qualidades. Isso pode salvar autoestimas destruídas pela crueldade do mundo. Doces palavras de sensível significação, podem revolucionar uma alma, ainda mais ditas com ternura e verdade.

Assim, a gente levanta uma pessoa de um tombo da vida, sara a dor de um coração partido e acaba com os sintomas da infelicidade.

Viramos o remédio de nome alegria, a vitamina C de carinho e o paracetamol de nome esperança que acaba com as dores da alma.

Sim, amor, amizade, preocupação, carinho podem ser mais efetivos que muitos remédios na saúde física e emocional de alguém. Aliás, muitas vezes, o que falta para uma pessoa ficar definitivamente curada é o amor de quem a cerca.

Por outro lado, a falta de amor pode adoecer muita gente. Por isso nunca deixe que a dúvida, a timidez ou o receio lhe impeçam de ser carinhoso.

Pequenos gestos de gentileza podem ter grandes consequências dentro de um coração triste. Portanto, jamais desperdice uma oportunidade de ser amável.

Pois, mesmo que sua atitude pareça insignificante, ela poderá, sem que você faça a menor ideia, estar salvando uma alma.

Texto original inspirandoluz.com.br. Compartilhe o link à vontade. Utilização dos nossos artigos em sites/portais ou em vídeos e áudios é permitida, desde que com os devidos créditos ao texto e ao nosso site, de forma clara e visível.  Grato pela compreensão. 

COMENTÁRIOS




Luciano Cazz
Luciano Cazz é formado em Comunicação, também ator e roteirista pela NYFA (New York Film Academy). Além de estudante de Psicanálise. Autor do livro A Tempestade Depois do Arco-íris.