Jamais adie aquilo que te faz bem, que te coloca para cima e enche teu peito de vontade de viver. Principalmente, por aquelas pessoas que sentem o seu sorriso de alegria como se levassem uma facada no peito. Não vale a pena. Por isso, resolvi me libertar delas.

Peça proteção para toda inveja que chega a você e use a torcida contra como um estímulo para a vitória.

1. O desafeto alheio não pode ser maior que o seu amor-próprio.

Assim, não permita que rancores e insultos afetem a sua alma. Que o frio coração dos infelizes tire a sua coragem de seguir em frente e realizar seus sonhos. Não procrastine a sua felicidade por quem atrasa a sua vida.

2. Não permita julgamentos que tiram sua coragem.

Também, não se envergonhe por causa daquelas pessoas que lhe apontam o dedo acusando a sua garra e determinação de loucura. Ou que condenam você por um erro que seu coração lhe diz que é um acerto.

Ninguém sabe o que sua alma abriga. Suas vontades e seus medos. Não postergue alegrias em função dos fracos de vida.

3. Jamais consinta que a inveja alheia lhe paralise.

Então, feche-se para os olhos gordos prontos para devorar a sua vitória. A dor de cotovelo é um mal daquele que sente, não permita que tenha poder sobre a sua mente.

Da mesma forma, atente para os boicotes e não caia em ciladas de quem jura querer seu bem, mas, pelas costas, mostra exatamente o contrário.

Assim, jamais adie suas alegrias para amanhã em função dos invejosos. Não dê esse gostinho a eles. Por isso resolvi me libertar.

4. Não deixe quem lhe subestima influenciar o seu destino.

De fato, é importante impedir que as pessoas frustradas desvalorizarem suas qualidades e, consequentemente, sua empolgação.

Não tem problema se duvidam da sua capacidade, apenas não permita que tirem sua autoconfiança, pois a fé dos outros em você não é o combustível para a sua vida.

Basta apenas que você acredite em si mesmo, no seu potencial. A insegurança não pode ser um motivo para adiar a sua luta.

5. Não se sinta culpado quando sua felicidade incomodar.

Entenda a fraqueza daquele que não consegue lhe ver voando. Em vez de se boicotar para contentar quem deseja o seu fracasso, você precisa se desvencilhar dessas pessoas que sofrem com os seus acertos e atrasam a sua vida.

Livre-se, agora, da culpa de conquistar o que deseja e siga inabalável em seu caminho.

As pessoas que sofrem com a sua alegria terão sempre um motivo criativo para você desistir, mas a voz delas não pode ser mais forte que a voz do seu coração.

Por isso, resolvi me libertar. E você vá atrás de tudo o que lhe faz bem, que lhe deixa em paz e é importante para o seu futuro, sem prejudicar ninguém.

Resgates planos que deixou para trás porque disseram que não dariam certo. Retire da gaveta os sonhos que você desistiu, porque insistiram que demoraria muito para conquistar. Procure as pessoas que um dia lhe convenceram que não eram legais, mas que só lhe faziam bem.

Tenha lucidez para separar conselhos amigos de opiniões invejosas de pessoas frustradas que no fundo não querem seu bem de verdade. E, então, priorize o que evolui o teu espírito, com paixão, pois a vida é muito curta para você desperdiçar tempo e energia calando o seu coração por quem sofre ao lhe ver feliz.

Nós somos capazes de sentir quem realmente nos quer bem. Porque, quando estamos perto de pessoas que torcem por nós, nossa alma sorri e a paz nos toma.

COMENTÁRIOS




Luciano Cazz
Luciano Cazz é formado em Comunicação, também ator e roteirista pela NYFA (New York Film Academy). Além de estudante de Psicanálise. Autor do livro A Tempestade Depois do Arco-íris.