Chega uma hora que é preciso desapegar de quem já não lhe faz bem, porque quando o laço vira nó, é preciso cortar para desapertar.

É quando precisamos ser fortes para seguir em frente sem aqueles amigos que já não nos fazem bem.

Às vezes, eles mudam, deixam de ser aqueles leais companheiros que um dia conhecemos, mas, em outras ocasiões, somos nós que amadurecemos. Nossa alma evolui e nos tornamos mais exigentes em relação às amizades que gostaríamos de manter.

Então, não aceitamos mais aquilo que não nos faz bem. E quando chegamos a esse patamar, fica muito difícil tolerar esses 10 tipos de amigos:

1- Ingratos

A amizade é um sentimento gratuito que não exige laços. O que fazemos por nossos amigos é por puro carinho, amor. Então, quando aquele amigo que ajudamos, vira as costas para a gente, o coração se despedaça.

E a dor nos avisa que é hora de deixar ir.

2- Duas caras

Amigos que mudam quando você sai, não são amigos de verdade. São pessoas de caráter falho. Livre-se de quem não o ajuda a evoluir e só agregam energia ruim a sua vida.

Valiosos amigos são aqueles que apontam seus defeitos na sua cara, e não pelas costas.

3- Comentem o mesmo erro várias vezes

Todos falham, mas é possível aprender com os erros. Agora, quando um amigo se acostuma a falhar, ele demonstra certa falta de consideração pela amizade e deixa de merecer importância.

A única forma de evitar que ele nos fira novamente é seguindo caminhos diferentes.

4- Estão presentes só nos momentos de alegria

De nossas conquistas, originam-se os louros, os quais devemos dividir com as pessoas que nos ajudaram no caminho até lá. Mas aquele amigo que lembra da gente apenas quando estamos por cima, não merece participar do brinde.

Aliás, não deve ter nem espaço em nossas vidas.

5- Está presente apenas nos momentos difíceis

Sim, devemos nos afastar dos amigos que estão presentes apenas nos momentos difíceis, pois se não conseguem vibrar com nossas vitórias é porque nossa felicidade os incomoda. Talvez, lá no fundo, nossa dor os faça sentir bem.

Pode ser que eles não tenham culpa de ser assim, mas, definitivamente, não são os amigos que precisamos .

6- Abusam da boa vontade

Ajudar um amigo é essencial, mas existem amigos que nos pedem favores além do limite da boa vontade, muitas vezes, transferindo a responsabilidade dos seus problemas e compromissos para nós.

É necessário definir o limite entre amizade e abuso de boa vontade. Ainda mais se, quando é a sua vez de pedir, ele lhe dá uma desculpa e não o ajuda.

7- Revelam seus segredos

Quem revela suas questões íntimas e seus segredos nunca deveria ser chamada de amigo. Cumplicidade é um valor de ouro inerente à amizade e uma traição dessas fere não só a relação, mas também o caráter de quem falou mais do que deveria.

Game over para essa amizade.

8- Julgam equivocadamente

Em primeiro lugar amigo não julga, apoia. Pode até descordar, xingar, se descabelar, mas jamais deixa de estar do lado. Amigo que julga sem saber das suas intenções e, ainda, interpreta errado suas atitudes e palavras, não merece sentar na cadeira da amizade.

E o veredito é: livre-se dessa “amizade”.

9- Que nunca apoiam

Alguns amigos estão sempre dispostos a ajudar, mas quando a situação aperta mesmo, são os primeiros a sumirem sob justificativas esfarrapadas.

Você precisa ao seu lado pessoas com quem realmente possa contar, portanto, é hora de deixar ir quem nunca lhe ajudou de verdade.

10- Atrasam sua vida

Amigos que sempre lhe colocam para baixo ou desestimulam você a seguir em frente são companhias inadequadas. Pessoas desorganizadas que sempre atrasam sua vida ou aquelas irresponsáveis que estão sempre colocando você em confusão, também merecem distância.

Bons amigos agregam sempre coisas positivas a nossas vidas.

Portanto tenha em mente que o tempo nesse mundo é escasso demais para desperdiçarmos com amizades que não valem a pena.

E, veja bem, afastar-se de quem lhe prejudica é mais fácil do que imagina:

Apenas siga seu caminho de luz e positividade, porque nessa jornada, esse tipo de pessoa, jamais será capaz de lhe acompanhar…

Seja sempre o seu primeiro melhor amigo.

Texto original inspirandoluz.com.br. Compartilhe o link à vontade. Utilização dos nossos artigos em sites/portais ou em vídeos e áudios é permitida, desde que com os devidos créditos ao texto e ao nosso site, de forma clara e visível.  Grato pela compreensão. 

COMENTÁRIOS




Luciano Cazz
Luciano Cazz é formado em Comunicação, também ator e roteirista pela NYFA (New York Film Academy). Além de estudante de Psicanálise. Autor do livro A Tempestade Depois do Arco-íris.