O passado é intocável, mas cada novo dia é uma possibilidade de atuar no presente para redirecionar o futuro.

Nossos erros do passado jamais poderão ser desfeitos. Estão presos na história como nossa alma pertence ao nosso corpo. As feridas que causamos, os corações que quebramos não podem ser colados em um tempo que já passou, nem mesmo podem ser ressurgidas as chances desperdiçadas ou refeitas as escolhas equivocadas que nos levaram por caminhos que não nos orgulhamos ou que não prosperaram.

Arrepender-se dói, porém, é uma fixação no passado. Um lamentar constante por aquilo que já foi e não poderá nunca mais ser alterado.

Para que a angústia dos erros transforme-se também em coisa do passado, precisamos trocar o arrependimento pelo redirecionamento:

1. DO FOCO

O tempo não tem um caminho de volta. Estamos em direção ao futuro, não tem porque olhar para trás. Já sabemos das nossas falhas, dos nossos defeitos, das muitas de nossas limitações, então o foco tem que estar no presente. Você é este momento. Sua vida acontece ao vivo.

2. DA ATITUDE

Não podemos esperar resultados diferentes com comportamentos que continuam os mesmos. A única ligação do presente com o passado é a repetição de atitudes que geram sempre as mesmas consequências em nossa vida e na das pessoas que nos cercam. Substitua suas atitudes negativas pelas positivas, hoje. Faça novas escolha, opte por diferentes caminhos, conheça outras pessoas, agora.

3. DA CULPA

Também muito necessário é o redirecionamento da culpa do que passou para o aprendizado sobre o que se faz hoje. Quando os erros deixam de ser tortura mental para florescerem em experiência que aprimora o nosso mundo interior e a vida que segue de hoje em diante. Mentalize a culpa se esvaindo de dentro de você, a angústia escorrendo do seu peito e, então, projete um futuro de muito acertos, com os pés firmes no chão.

4. DA INTENÇÃO

Desista de corrigir o que passou, é impossível. Pegue o pretérito que existe no seu presente e o coloque aonde ele pertence, no passado. Embora não exista correção de um erro, existem novas construções. A boa intenção com os erros antigos é uma prisão, porque nunca se efetiva, uma vez que vivemos no presente. A única coisa que podemos fazer, agora, é mudar de atitude, criando comportamentos substitutos que tragam paz ao nosso coração.

Seu passado é capaz de lhe condenar somente se você continuar carregando ele.

Então, pare de se chorar o leite derramado. Não adianta nada, o tempo não volta. As atitudes não se desfazem. Por isso, livre-se de culpas inúteis e dos enganos de alguém que você não é mais. Hoje você tem outra visão de mundo. Amadureceu muito. É capaz de entender que as decisões de outrora que, agora, você julga infelizes eram as certas para aquele tempo, para aquela pessoa que você era e que, hoje, definitivamente, não é mais.

Portanto, perdoe-se. Perdoe os outros, os sonhos que você não realizou. Perdoe suas infantilidades que agora você consegue perceber como tão tolas. Perdoe as perversidades que hoje lhe causam embaraço. Perdoe a sua ingenuidade e os momentos em que se deixou fraquejar. Tenha compaixão para consigo mesmo. 

Dê um profundo suspiro e deixe ir com ele todos os seus arrependimentos. Liberte o coração das amarras do remorso.

Com o foco no presente, conseguimos abandonar as atitudes do passado e nos livramos da culpa para nos tornarmos mais habilitados, mais calejados, então, entendemos que, para ser feliz, em vez de corrigir o passado devemos, sim, usar o presente para construir um lindo futuro.

Retome a sua vida do ponto em que você está, agora! E seja muito feliz.

COMENTÁRIOS




Inspirando Luz
Ser luz não é sobre brilhar, é sobre iluminar aonde quer que você vá.