Existe uma coisa nessa vida que ninguém pode nos tirar por mais esforço que faça: a magia que Deus coloca em nossos feitos. Ela é o brilho especial que algumas pessoas possuem mesmo que não faça sentido. Podemos ser o maior talento do mundo, treinar como nunca, ser dono do saber como ninguém, mas se Deus não coloca aquela pitada de divino e decide que é chegada a nossa hora de grandes realizações, nada acontecerá.

Não tem a ver com beleza, nem com status e muito menos com dinheiro. É algo intangível, invisível a olho nu. Uma energia que é possível sentir apenas com a alma, mas que toma o ambiente e atrai admiradores. Uma sensação que impressiona e fica.

Não importa o quanto as pessoas esperam que você se dê mal o quanto elas tentam atrapalhar o seu sucesso, se o Universo decidiu que é o seu momento, nada nem ninguém poderá fazer diferente. Então, nasce aquela luz que ilumina nossos pensamentos na tomada da decisão certa no momento exato.

A cabeça lúcida, quase clarividente, sincronizada com o movimento do Universo.

Uma mágica sobre nosso caminho, a qual muitos chamam de sorte, mas que, na verdade, é uma dádiva concedida pelos Céus em nosso destino. A coincidência é só uma maneira de Deus, humildemente, se manter anônimo.

Mas não é Ele que escolhe a quem dar essa magia. Ela vem como uma semente que pode ser plantada e regada com muito amor, honestidade, altruísmo e personalidade. Devemos fazer a nossa parte nesse mundo, ajudar a curar as dores de quem cruza o nosso caminho, evitar o egoísmo, a soberba, emanar boas vibrações, ser autêntico sem perder o respeito e deixar de resistir à natural fluidez dos movimentos da existência. Esse é o caminho.

É jogando energia positiva no mundo que alcançamos essa magia que Deus reservou para nos elevar.

Quando nos acostumamos a seguir com o fluxo das demandas do cosmos, estamos em um lugar de sabedoria. Quando nos entregamos à nossa verdade e à realidade que nos cerca, abrimos nossa alma para receber essa energia divina que nos coloca em outro patamar humano e chama todas as atenções para nós, seja caminhando na rua ou realizando um sonho. Uma magia está no ar, basta olhar com o coração, porque, para acreditar em milagres, basta ser realista.

Mas se sua luz anda meio apagada, pense sobre isso. Avalie que tipo de energia você está emitindo para ao mundo. Que não seja de arrogância nem de vitimização, mas de uma pessoa sensata que saber ler os sinais da vida, que tem a intuição para saber diferenciar com destreza o certo do errado.

E empatia suficiente para se tocar com o sofrimento humano e vibrar em sintonia com a felicidade do próximo.

Imagina que o universo é uma pista de dança, Deus é a música. Então, o que você precisa fazer é dançar no ritmo da luz. Porque, é somente quando você deixa a porta do seu coração aberta para o bem, que Ele ganha espaço para trabalhar as bençãos na sua jornada.

E, a partir do momento que você é tomado por essa vibração de paz e sincronia com a existência:

Nada nem ninguém será maior do que a força e proteção que Deus coloca sobre sua vida.

Texto desenvolvido para o site inspirandoluz.com.br. Compartilhe o link à vontade. Cópias não autorizadas em forma de texto, vídeo ou imagem sem os devidos créditos estarão sujeitas à cobrança imediata e aos parâmetros da lei. Imagem pode conter direitos autorais restritos. Grato pela compreensão. 

COMENTÁRIOS




Luciano Cazz
Luciano Cazz é formado em Comunicação, também ator e roteirista pela NYFA (New York Film Academy). Além de estudante de Psicanálise. Autor do livro A Tempestade Depois do Arco-íris.