Nunca deixe as coisas que você quer, fazerem você esquecer o que tem, pois a gratidão é a memória do coração. Sonhe grande, mas também saiba orar pelas pequenas coisas da vida.

Reza para agradecer os simples presentes que recebe no dia a dia:

Deus, hoje eu não oro para Lhe pedir. Apenas quero agradecer pelas coisas simples da vida que enchem meu coração de paz e esperança.

Deus, obrigado pela linda borboleta que cruzou embelezando meu caminho. Pelo beija-flor que roubou uma bitoca da flor no jardim. Obrigado pelo cachorrinho que abanou o rabo todo alegre.

Deus, obrigado pelo sinal aberto, pelo ônibus que veio no horário, pelo acento que vagou no metro assim que entrei. Também obrigado pela fila que não tinha no banco e por aquela promoção que eu estava esperando.

Deus, obrigado por fazer chover apenas quando eu cheguei em casa. E por aquela brisa que, por um breve momento, refrescou meu rosto. Obrigado também pela precisa nuvem que cobriu o sol quando minha cabeça começava a ferver.

Deus, obrigado pelo sorriso que aquele bebê me deu sentado em seu carrinho. Por aquele senhor que me deixou passar primeiro, por aquela menina que me avisou que meu casaco havia caído e aquele colega que me perguntou como eu estava.

Deus, obrigado pelo jantar com meus amigos. Pelo sorriso genuíno de minha mãe. Pela piada que minha avó contou surpreendendo a todos e pelo elogio espontâneo de meu pai. Obrigado pelo abraço do meu irmão e pelo aconchego do meu filho.

Obrigado pelo dia de sol, pela noite de sono, por aquela refeição deliciosa e a sobremesa sem culpa. Obrigado por tocar minha música preferida no rádio, por alguém ter lembrado de mim ou me desejado coisas boas.

Obrigado por me fazer esperar menos da vida. Por não levar tão a sério as derrotas e por desejar menos o que eu não tenho, aliviando a ansiedade.

Obrigado por eu me permitir não ser perfeito nem tão capaz de tudo. E pelos certeiros ensinamentos que os tropeços da vida me trazem. Obrigado também pela força naquele momento de fraqueza. E por aquela linda lembrança que reencontrou minha memória.

Obrigado pela coincidência mais que conveniente, pelo imprevisto oportuno, pela sorte premeditada e a troca de planos vantajosa. Obrigado por eu ter escolhido o certo, pela gentileza que me fizestes capaz de demonstrar. Obrigado por me fazer esquecer rancores e relevar mágoas. Também pelo ânimo extra e pelo sopro de vontade de viver.

Deus obrigado pelas pequenas e sublimes sutilezas da vida. E mais do que isso obrigado por me fazer notá-las. Minha alma agradece essa gratidão que me toma e me coloca cada vez mais junto ao Senhor, Deus.

Amém!

Texto desenvolvido exclusivamente para o site inspirandoluz.com.br. Publicações não autorizadas em sites ou vídeos comerciais, em forma de texto, vídeo ou imagem, com os devidos créditos ou não, estarão sujeitas à cobrança imediata e aos parâmetros da lei. Imagem pode conter direitos autorais restritos. Grato pel

COMENTÁRIOS




Inspirando Luz
Ser luz não é sobre brilhar, é sobre iluminar aonde quer que você vá.